08/11/2019

O Hábito de Agradar a Si Mesmo

Photo by Lucas Pezeta from Pexels



Introdução 


É impraticável viver em sociedade e agradar apenas a si mesmo sempre.

Estamos inseridos em relações sociais, profissionais, familiares, amorosas etc por razões que muitas vezes não tiveram nossa participação. Ninguém escolhe a família onde nasce e muitos não podem escolher nem onde e com quem trabalham. Ainda que escolhamos nossos amigos e parceiros amorosos, é natural que em algum momento hajam divergências ou outro fator que possam levar ao fim desses relacionamentos. Pessoas mudam. E, ainda que haja relações de parentesco que durarão enquanto vivermos, é possível nos afastar de pessoas que nos magoam.

Por outro lado, tentar agradar a todos geraria o fracasso a médio ou longo prazo de quem o tentasse, sem falar no colapso mental.

Não creio que haja critério prático fácil para orientar nossa tomada decisão quando estamos diante de um conflito de interesses. 

Dessa forma, às vezes, a solução é tomar calmamente o prejuízo, dano, pancada, desaprovação social ou desfazimento do relacionamento.

A ideia desse post é compartilhar meu único critério razoável de como agir antes de chutar "o pau da barraca".

Meu critério 


Impor sua vontade ou aceitar a vontade alheia?

Em cada situação que vivemos, sabemos que a pergunta acima sempre pode ser feita.

Seguir sua vontade pode te custar empregos, amizades, saúde ou sua própria família. Então é normal fazermos concessões até o ponto de ebulição de nossa raiva.

Isso em si não é um problema: é natural sentir raiva, expressá-la é desastroso. Quanto mais você controlar seus sentimentos, menos eles o controlarão e você poderá tomar melhores decisões. O inverso é mais verdadeiro ainda.

Então, quando e como chutar o pau da barraca?

Chute o pau da barraca quando a situação passou do que você considera como razoável e a consequência dessa ação pode ser absorvida pelo seu patrimônio financeiro, intelectual, emocional, profissional, físico, social etc.
Desculpe-se com a pessoa (mesmo que ela esteja errada) por sua recusa em atendê-la e gentilmente evapore de maneira sorrateira daquela situação, relacionamento ou dia de azar. 

Minha Experiência 


Nasci em uma família problemática e me afastei de forma lenta e discreta de parentes próximos que tinham condutas que conflitavam com meus valores.

Afastei-me de uma religião que se preocupava mais com meu dinheiro do que com minha alma.

Passei por diversos cargos públicos e locais de trabalho onde me sentia de alguma forma menosprezado, aviltado ou humilhado.

Afastei-me ainda de uma série de pessoas e coisas que atrapalhavam minha existência sem dar um pio contra elas; afinal a vida já é bem difícil sem inimigos.

Ainda hoje, penso duas vezes quando alguém pede um inocente favor e creio que a organização/planejamento é o hack de uma vida leve.


Conclusão



Seguir sua vontade pode te custar empregos, amizades, saúde ou sua própria família. 

Então é normal fazermos concessões até o ponto de ebulição de nossa raiva: é natural sentir raiva, expressá-la é desastroso. Quanto mais você controlar seus sentimentos, menos eles o controlarão e você poderá tomar melhores decisões.

Chute o pau da barraca quando a situação passou do que você considera como ideal e razoável e a consequência dessa ação pode ser absorvida pelo seu patrimônio financeiro, intelectual, emocional, social etc.


Desculpe-se com a pessoa (mesmo que ela esteja errada) por sua recusa em atendê-la e gentilmente "evapore" de maneira sorrateira daquela situação, relacionamento ou dia de azar. 

Grande abraço!


P.s.: Como relaxar depois depois de um dia estressante? Vai de cada um: fazer exercícios físicos, sair (ou dormir) com seu amor, ver um filme ou ouvir música. O importante é descarregar o estresse sem ferir ninguém e sem esquecer que amanhã é um novo dia de batalha.

_______________________________________________


4 comentários:

  1. Excelente Reflexão Scant.
    Acho que cabe adicionar praticar esportes para aliviar a inevitável pressão e estresse decorrentes...
    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. valeu, vou atualizar o post
      tem dias na repartição que são um saco

      abs!

      Excluir
  2. Concordo com o FPI. Vc deve praticar mais esportes para aliviar a tensão. A vida é trem bala parceiro

    ResponderExcluir
  3. Fala Scant! Bom post para surtados que nem eu kkkkkk... Um abraço!

    ResponderExcluir