Páginas

30 abril, 2020

Relatório Abril (2020)

instalei uma barra fixa + paralela no meu escritório



1 - Introdução



abril foi um mês: 


 ...agitado com uma pandemia mundial.


2 - Categorias 


A - Carreira 

B - Corpo 

  

Treino

  • barra + paralelas + flexões + ergométrica em casa  
  • aumentei bastante a quantidade semanal de cardio
  • Video game + cardio - estou aliando o cardio na bicicleta a jogar videogame, o que torna pedalar muita mais agradável, pois o game me faz "esquecer" do exercício massante (pedalar sem sair do lugar)

Nutrição
 

aumentando o controle da dieta de cutting e tentando comer menos
depois de um tempo em uma dieta, o corpo se adapta e fica complicado voltar a comer porcaria. hoje não conseguiria comer pizza e afins todo dia

Dentista
 

  • como meu dentista fica em outro município próximo do meu bairro, em razão de decreto estadual, ficou proibido o transporte intermunicipal e não pude voltar lá por enquanto

Saúde

Exames e consultas suspensas




C - Finanças 




Imóvel

a saga do inventário continua...mais lento com a pandemia. Só Deus sabe quando termina.



voltando a gastar com moderação



Carteira ainda sem previsão de recuperação da queda em razão da pandemia.

Não pretendo vender nada de RV
  • sem aporte com dinheiro novo e resolvi priorizar a reserva de emergência em razão da pandemia (agora ainda falta 09/12).  
  • dividendos: 100% reinvestidos.
  • comprei (tinha um dinheiro em tesouro selic que resolvi realocar em ações fazendo uma mini realocação de ativos da carteira):





Estabilizando

Doação



continuo com o MSF


    D - Hobbies 




    Vendo  

    • vi vários filmes de 2019 (o melhor foi "O Poço") e 
    • sigo vendo Star Trek  - A nova geração


    Lendo 



    • Selo vertigo - não li nada desde fevereiro
    • acabei não lendo gibis até agora

    Ouvindo 






      

    Jogando





    Passeios

    • Nenhum e por enquanto impossível




    E - Mente  





    Li

    li dois livros
    •  um sobre o submundo do  ciclismo (haverá post no futuro) e
    •  outro sobre a rotina de trabalho de artistas famosos (haverá posts no futuro) 


    Estou lendo

    o melhor do teatro grego - suspenso desde que parei de trabalhar (lia no trem a caminho da repartição) - estou enrolando para voltar
      
    F - Organização 






    Ambientes, Móveis, eletroeletrônicos, T.I. 
    e Acessórios

      jogando tralha fora: cabos, papéis, etc

    é curioso como acumulamos naturalmente coisa e esquecemos delas imaginando que algum dias serão úteis novamente e anos se passam sem nada ser usado.


    Testei o OS Linus Mint em um PC antigo  - que serviria apenas para jogos - esse sistema é leve e prático, mas quando tentei usar os emuladores vi que configurar ia dar trabalho demais. sem falar no drive da placa de vídeo que ficou impossível de configurar adequadamente (culpa dos fabricantes que não fornecem drivers atualizados para outros OS)



    o monopólio da microsoft existe pq funciona, ainda que o preço seja nossa privacidade. Conclusão - Linux é bom para quem gosta de programação, eu gosto de conforto



    Livros, 
    Dvd's, 
    Revistas, 
    Quadrinhos


        organizando meus jogos de ps3 por ordem alfabética em fichários e atualizando finalmente minha planilha do excel que deveria conter quais jogo tenho (estava parada desde 2015!)

     Blog

    • Adsense: cancelei, cansei de contabilizar migalhas...
    • Amazon: 0
    • Outros: diminui meu número de blogs, assim fica mais fácil organizar e mantê-los ativos. Foi bom montá-los, mas depois de um tempo é bem cansativo. De 5 agora ficaram 3, mas a meta é manter apenas 2: um para temas mais sérios e outro para hobbies, diversão.


     

    G - Social 





    Família(s)

    •  Uma parente da minha mulher morreu de Covid e a irmã dela + marido pegou - vamos ver como reagem nos próximos anos


    Colegas de Trabalho
      

    • tranquilidade, com suspensão do expediente até o fim de abril. Parece que em maio terei que trabalhar em home office 

    • nunca imaginei que teria acesso ao home office, pois normalmente trabalho atendendo o público. Coisas da pandemia

    Casamento/União estável

    • tranquilidade: me adaptei a essa rotina de quarentena


    Vizinhos

    • tranquilidade: todo mundo bolado com o corona



        H - Transcendência




        Religião 


        sem medo do corona,
        mas escondido em casa
        debaixo da cama



        curtindo sozinho em casa: só eu e Deus






        Caridade 



        MSF salva :)


        3 - Conclusão


        A vida é  curta. 


        Estou no facebook e no Instagram, me adiciona lá.

        Divirta-se.


        Grande abraço!



        __________________________________________________


        27 abril, 2020

        Vida Simples: Uma Farsa

         
        Photo by Brayden Law from Pexels

        Uma visão do "mundo simples" de hoje



        Texto revisado em 30/04/2020


        Introdução


        O amor ao dinheiro é a raiz de todo marketing.

        Rótulos vazios como "minimalismo", "vida simples" e "auto-ajuda" rendem bilhões no mercado mundial. São como religião: vendem a a esperança de algo que não existe nesse mundo.


        Normalmente quem vende esse conceito no Brasil faz parte de uma classe média que vive em uma bolha: são pessoas com renda acima da média em um país de miseráveis, detentoras de nível superior em uma terra de analfabetos, disciplinados financeiros no meio de uma maioria que nem entende o extrato bancário e acha que cheque especial é dinheiro barato.

        Se 10% do que é vendido fosse verdade, estaríamos todos ricos, felizes e bem-casados, vivendo uma utopia na Terra no meio de um jardim do Éden futurista.

        Curiosamente, o ricos (gente com mais de 10 milhões na carteira) não estão preocupados com isso. Rico quer viver bem pra cacete e não tá nem aí se haverá desperdício.  Frugalidade é coisa de classe média.


        A  Farsa da Simplicidade no Brasil


        Carreira


        • não imagino que exista algum profissional bem remunerado em uma sociedade capitalista que não tenha sido obrigado a passar meses ou anos estudando uma série de assuntos dos quais a maioria são inúteis e só Deus sabe porque alguém o obrigou a entender aquilo
        • o mesmo profissional passou ou passa pela competição no mercado de trabalho para na maioria dos casos não ter certeza de até quando estará empregado
        • ao longo de carreira, ele ainda será obrigado a se atualizar estudando uma série de assuntos dos quais a maioria são inúteis e só Deus sabe porque alguém o obrigou entender aquilo, sem falar na necessidade de entender de networking, etiqueta social, vestuário, política, previdência pública e complementar e outros temas realmente úteis.


        Corpo


        • O corpo normalmente funciona de maneira simples antes de chegar na casa dos 30, de onde segue naturalmente ladeira baixo até a sepultura e o consequente esquecimento eterno
        • Para diminuir  velocidade de deterioração, o indivíduo é obrigado a se tornar "uma equipe multidisciplinar de atleta amador de um homem só" e entender de nutrição, treinos e drogas:
        •  o que implica, na prática, a decorar listas, fórmulas e combinações: se tornar cobaia de diferentes alimentos saudáveis (sem agrotóxicos/ orgânicos, não transgênicos, com índice glicêmico ideal, calorias contadas etc), suplementos alimentares (o céu não é o limite),  práticas de atividade física (musculação, corrida, spinning, calistenia, alongamento, meditação, natação etc).
        • Concomitante a tudo isso, o pequeno atleta precisa procurar uma série de médicos especialistas para corrigir os danos que o tempo dardeia no seu corpo enquanto faz uma bateria regulares de exames para descobrir se vai morrer logo de alguma coisa conhecida, apenas para concluir, na melhor das hipóteses, que a futura causa da morte continuará sendo uma última surpresa.


        Finanças -


        • o micro investidor no mínimo vai ter que entender de juros compostos, renda fixa (perda fixa para alguns), renda variável (balanço de empresas, fundos e outros produtos), orçamento doméstico, carteira de ativos, imposto de renda e imóveis -  para poder opinar sobre onde apostar seu rico dinheirinho na esperança de que os mercados não quebrem e tudo isso vire pó antes dele entrar na tumba.
        • Se tiver filhos, ainda vai ter que entender o mínimo de direito sucessório. Se for casado ou tiver união estável, vai ter que entender de regime de bens no Direito de Família.

        Social -


        • relacionamentos sociais demandam conhecimentos de psicologia, antropologia, religião, história, futebol e uma paciência de Jó misturada com muita cara de pau para viver na república das bananas bostileira.
        • aqui é muito melhor ser feliz do que estar certo, pois se o óbvio só é óbvio para você, imagine isso multiplicado pelas dezenas a centenas pessoas com quem somos obrigados a lidar durante a vida
        • se não fosse apenas o fato que naturalmente vemos a vida de forma diferente, ainda temos que lidar com variáveis semi-absurdas que nos atingem a todos: ego, vaidade, medo, tabu, fanatismo religioso etc. O inferno somos nós.


        Conclusão




        É possível ter uma vida simples desde que você tenha muito dinheiro para pagar outros para te vender essa tal de simplicidade, e mesmo assim vai receber complexidade resumida.

        Daí surgem duas perguntas: o que você vai admitir fazer para ter esse dinheiro e até quando vai suportar viver dessa maneira.


        A vida é complexa, ora bolas!

        Grande abraço!


        P.s.: faço parte da classe média que mencionei ali em cima, mas não acho que foi a meritocracia que me favoreceu e nem Deus (Ele não está preocupado se morreremos ou sofreremos, basta ler o livro de Jó). Tive sorte porque a maioria não a pode ter (sou um competidor dedicado e sortudo). Não vou enganar você dizendo que a vida é justa (Justiça é um conceito humano estranho ao universo) e que todo mundo pode ter a mesma boa vida. Nunca foi assim na história da humanidade, meu caro.

        ____________________________________________________________________

        25 abril, 2020

        [Livro] Qual é a tua Obra? (2010)/ Mario Sergio Cortella - Parte II



        >>Gestão pessoal, gestão vital

        Quando o modelo de vida leva a um esgotamento, é fundamental questionar se vale a pena continuar no mesmo caminho.

        "De nada adianta a um homem ganhar o mundo se ele perder sua alma" (Mt 16,26)

        (...) pense se o caminho que você está escolhendo pode ser um caminho em que você está só se ocupando, mas não está vivendo de fato. Ocupação não é sinônimo de vida, é sinônimo de vida, é sinônimo de vida, é sinônimo de atividade.


        >> Fundamental é chegar ao essencial

        Sim, sem dinheiro não se vive, mas só com dinheiro não se vive.

        Fundamental é tudo aquilo aquilo que o ajuda chegar ao essencial.


        >> Aquilo em que me reconheço

        Qual é a diferença entre líder e liderado? É a circunstância. Ou seja, a ocasião ou a situação. 

        O líder é aquele que tem uma força intrínseca e qualquer um de nós pode sê-lo. depende da circunstância e da disposição, aquilo que Maquiavel chamava de juntar a virtu com a fortuna, ou seja, a capacidade com a ocasião, a virtude e a sorte.


        >> Um grande passado pela frente

        (...) nem tudo que vem do passado é para ser descartado, há aquilo que vem do passado e precisa ser guardado, protegido, levado adiante. O que a gente chama de tradição. Aquilo que vem do passado e precisa ser jogado fora, descartado, deixado de lado, a gente chama de arcaico.

        Cuidado com a autossatisfação. A satisfação paralisa, a satisfação entorpece, a satisfação adormece. Um filme bom é um filme insatisfatório. um livro bom é um livro insatisfatório. Na hora em que você termina de ler, fica olhando para aquelas páginas, querendo que continuassem.


        "O animal satisfeito dorme" (Guimarães Rosa).


        >> A renovação pelo outro

        Cuidado com gente que concorda com tudo o que você faz. Gente assim:

        a) não gosta de você;
        b) começou a se preparar para lhe derrubar;
        c) lhe despreza;
        d) não se importa com você;
        e) todas as alternativas acima.

        Excelência não é um lugar aonde você chega. Excelência é um horizonte.

        Há pessoas que desprezam o outro porque ele é muito jovem e há os que desprezam o outro porque ele é muito idoso. Ambos os casos são tolices. Porque quem despreza o outro perde uma fonte de renovação.


        >> Arte de liderar

        (...) um poder que serve, em vez de servir, não serve.

        As pessoas devem se sentir bem e ter alegria onde estão. Seriedade não é sinônimo de tristeza. Tristeza é sinônimo de problema.

        Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um com um pão, e, ao se encontrarem, trocarem os pães, cada um vai embora com um. Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um com uma ideia, e, ao se encontrarem, trocarem as idéias, cada um vai embora com duas. (ditado chinês)


        >> Os outros de nós mesmos

        O arrogante acha que só tem um ponto de vista que vale: o dele.

        "Um ponto de vista é a vista a partir de um ponto" (Leonardo Boff)

        Ambiciosa é a pessoa que quer mais, gananciosa é a pessoa que só quer para si.

        "nenhum incêndio começa grande" (Soldados do Corpo de Bombeiros).

        >> Lembra-te que é mortal 


        "O homem é um cadáver adiado" (Fernando Pessoa).

        Se a gente pode e a gente quer, a gente deve.

        "Conheço muitos que não puderam quando deviam porque não quiseram quando podiam" (François Rabelais).

        Conclusão


        Enfim, recomendo a leitura.

        Grande abraço!

        ______________________________________________________

        Fontes Consultadas


        • http://mariosergiocortella.com/