Páginas

:)

07 abril, 2021

Disciplina, Como obter?

Foto de Simon Migaj no Pexels




Introdução



Gostei da proposta Scant e vou tentar ser o mais sucinto possível, expondo as minhas dores em um ou dois parágrafos.

Creio que o meu maior problema no mundo hoje é ter constância e disciplina nas coisas que eu quero fazer. Eu sei exatamente o que eu quero da minha vida, eu tenho todas as ferramentas para atingir os meus objetivos: tenho saúde, tenho um bom emprego concursado, sou razoavelmente inteligente e tenho conhecimentos. Porém, sou muito acomodado, demoro para tomar iniciativa de fazer as coisas, perco muito tempo em redes sociais e tenho muita dificuldade de organizar as coisas em minha mente. Nesse sentido, as minhas finanças estão desorganizadas, não consigo ter uma visão dos meus projetos, dos meus objetivos, dos meus sonhos, daquilo que realmente quero. Já até pensei em contratar algumas horas de coaching, mas não sei se seria legal terceirizar para outra pessoa algo que deveria ser feito por mim. Então, se você puder me dar algumas dicas de como organiza o seu tempo, como define e atinge os seus objetivos, como faz o acompanhamento disso para ter os resultados que deseja, eu ficarei muito grato. Dá pra perceber pelo seu blog que você é uma pessoa organizada, disciplinada e que sabe o que quer e como chegar lá.

Desde já obrigado!


Todo mundo, em regra, tem uma rotina disciplinada (conjunto de hábitos).

Todos os dias, o ser humano comum acorda, faz algum tipo de higiene (ou não), come (ou não) alguma coisa, gasta sua atenção com pessoas ou coisas (internet, televisão, rádio etc); vai trabalha  em casa ou fora dela (ou não) e termina o dia da mesma forma (jantando ou vendo tv ou lendo etc, para em seguida dormir e recomeçar esse ciclo)

Eventualmente, por um desejo/necessidade psicológica (sentimento de auto realização,  por exemplo)  ou fisiológica (ganhar dinheiro para comprar comida, por exemplo) somos obrigados a alterar a rotina para nos dedicarmos a desenvolver uma atividade útil no sistema capitalista para atingir um dos fins acima.

Se o sentimento que motiva esse desejo/necessidade não for forte o suficiente dentro de nós, dificilmente mudaremos: "a necessidade faz o sapo pular".

Fase Inicial


Como não somos anfíbios de cérebro simples, podemos por meio do pensamento/reflexão/meditação amplificar o(s) sentimento (s) que nos motivam a sair da inércia (ambição, prazer, alegria etc) e reduzir o(s) sentimento(s) que nos fazem continuar inertes (preguiça, medo, etc*)

* as vezes, o sentimento negativo pode ser a emoção mais motivadora, como no caso do medo de passar fome associada a vontade de trabalhar.


 Aqui não há muito a ser feito além de de concentrar e ir vencendo cada minuto na guerra contra a inércia em um dia de cada vez.


A boa notícia é que superada a fase inicial de conflito entre antigos e novos hábitos; um novo hábito (melhor ou pior que o antigo) é consolidado  e passamos a utilizá-lo como se sempre tivéssemos agido desse jeito.

A má notícia é que essa fase inicial pode demorar semanas ou meses para ser ultrapassada, a depender de pessoa para pessoa.  

Métodos 


Existem inúmeros métodos prontos que prometem aumentar sua produtividade. 

Isso pode ser ou não uma verdade a depender ou não da sua adaptabilidade a eles: provai de tudo e retei o que é bom. Na verdade, nada supera a prática e o que aprendemos diretamente com ela sem passar por nenhum método. Fora que muita gente procrastina lendo sobre a prática ao invés de simplesmente fazer.

Ler sobre sexo não se compara a copular. Ler sobre nadar não se compara a nadar.


Você pode escolher um método e tentar implementá-lo desde a fase inicial, sabendo que o efeito não é imediato e pode demorar semanas até ser consolidado.

Divido os métodos em métodos gerais e especiais.

Métodos Gerais


São Impessoais 

Buscam abarcar a realidade como um todo e otimizar nossa maneira de lidar com ela


Eis alguns métodos Gerais:

  • - GTD
  • - ZTD
  • - Scrum
  • -5S
  • - Bullet Journal
  • - Milagre da Manhã

Métodos Especiais


São pessoais

São os hábitos práticos que as pessoas utilizam. 

É o jeito pessoal de cada pessoa diante da realidade

aprendemos sobre eles de forma esparsa, mas hoje em dia já temos compilações como no caso do livro "O segredo dos artistas"

Obs: há alguns métodos especiais que, apesar de não serem pessoais, só abarcam um ou poucos aspectos de uma área da vida, como métodos de finanças (Bastter System, por exemplo) ou para o corpo/saúde ideal (programa Clean, por exemplo)


Conclusão


Mude (ou não) seus hábitos e obtenha (ou não) seu objetivos.

Grande abraço!

____________________________________________________

4 comentários:

  1. Coaching? Nós temos. Belo post.

    Acredito que a maior distinção entre pessoas está justamente nisso: disciplina, organização e força de vontade. É um caminho árduo, mas sempre recompensador.

    ResponderExcluir
  2. Excelente post, gostei Scant!

    E aquilo, a vida consiste em fazer o que realmente nos tira do chão, o que nos faz querer entrar dos pés a cabeça no que quer que nos colocamos a fazer... O importante é o pontapé inicial, e com o tempo ir aumentando a caminhada e aperfeiçoando a mesma.

    ResponderExcluir
  3. Vou enfiar minha colherinha de café nesse assunto, tentando não ser muito prolixo. Creio que a receita que o Anônimo busca poderia ser uma que ouvi há milhares de anos, a diferença entre sonho e meta. segundo uma bordagem neurolinguística o cérebro trata de forma diferente o sonho e a meta. Exemplificando: o sujeito diz "sou louco para conhecer o Egito". Sonho apenas. E pode dizer isso pelo resto da vida sem nunca cumprir esse desejo. Agora, a meta: "pretendo viajar para o Egito nas minhas próximas férias". O efeito prático disso é a necessidade de uma série de procedimentos a realizar: onde me hospedar, quanto dinheiro levar, quantos dias ficarei, o que visitarei, onde irei, já tenho passaporte?, quando comprarei a passagem, como farei o pagamento, etc. Então, a procrastinação se alimenta do sonho, pois os objetivos não t~m uma data rígida para acontecer. Experimente estabelecer datas para cada objetivo e voc~e verá que é aí que o bicho pega. Só existe uma contraindicação (isso é real): se você anotar no papel o que e quando deseja fazer, a cabeça reagirá. Mas eu não tive coragem de fazer minha lista, pois sabia que se fizesse, teria de cumprir. Foi aí que descobri que meus sonhos eram apenas isso mesmo: sonhoss. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o seu post, Scant.
    Disciplina é importante em todas as áreas de nossas vidas, e o ser humano é naturalmente resistente com mudanças.
    É um esforço diário para melhorarmos e fazermos aquilo que, no longo prazo, nos dará mais saúde, felicidade e dinheiro.

    Sucesso,

    Abraço

    ResponderExcluir