Páginas

:)

05 março, 2021

Rotina Diária de Higiene Bucal

 

Pexels


Introdução

Não sou exemplo de cuidados dentários, tenho tido uma boa cota de cáries ao longo da vida.

    • Cada um tem sua genética e hábitos alimentares. Não é a ideia desse post estabelecer uma suposta verdade universal que servirá de parâmetro, mas apenas iniciar um discussão. O que serve para um, pode não servir para outro. A genética da minha família nunca se deu bem com a parte dentária, hehe.

Mesmo assim, ao buscar um protocolo sobre cuidado dentário na literatura, só encontrei poucos autores americanos. 

Escolhi o método da Dra. Ellie Phillips como modelo, mas os produtos mencionados por ela em grande parte não são encontrados no Brasil, então fiz minhas adaptações.

 

Minhas Três Etapas


1 - Pré-Lavagem

  • preferencialmente com o uso de um irrigador oral e água com ph neutro. É possível misturar a água com um pouco de enxaguante bucal ou mesmo xilitol.
Obs. xilitol pode ajudar a diminuir o numero de caries quando usado in natura misturado ou não com agua, nas sobremesas ou após as refeições.

 

2 - Escovação 

  • preferencialmente com o uso de escova elétrica.  Gosto de usar pasta de dente da marca sensodyne. rende bastante com o uso de escova elétrica.

3 - Enxaguante bucal

  • duas vezes por dia. gosto de usar também o da marca sensodyne e eventualmente, de modo ocasional, uso listerine (versão com álcool e por 30 segundos), antes de usar o enxaguante da sensodyne


Conclusão


Crie seu método, teste e seja feliz.

Grande abraço!


P.s: limpeza dos limpadores  - tudo que entra em contato com os dentes e a gengiva (cerdas, etc) deve ser limpo uma vez ao dia, devendo ser mergulhado em listerine (versão com álcool) por 30 segundos.
___________________________________________

8 comentários:

  1. Fala Scant! Comprei aquela elétrica da oral b da mais barata, muito boa, uma diferença gritante! Vou levar a ideia do irrigador mais pra frente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Uma dentista que cuidava dos meus dentes disse uma vez ser contrária ao uso diário de enxaguante bucal (não sei se todos), pois acabava afetando o esmalte dos dentes ou coisa parecia.Sugiro que dê uma conferida nisso com algum dentista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tudo depende da formula e o mesmo vale pra pasta de dente

      eis aqui uma lista de recomendações americana (alguns poucos estão no Brasil): https://www.ada.org/en/science-research/ada-seal-of-acceptance/ada-seal-shopping-list

      abs!

      Excluir
  3. Olha, Scant, fui abençoado quanto a isso. Desde adolescente, escovo os dentes apenas antes de dormir e com escova normal e o creme que estiver à frente, até mesmo o de minha filha com gostinho de morango (horrível). Nunca tive uma cárie. Faço profilaxia uma vez ao ano ou duas, no dentista, especialmente porque fumo e há manchas da nicotina/alcatrão. Certa vez, conversei sobre isso com ele, após novo elogio aos meus dentes sem cárie aos 39 anos. Confessei só escovar assim há uns 24 anos, mas que caprichava na escovação por alguns minutos e gostava do fio dental. Então ele me disse que só precisa disso mesmo, mas que não recomendam tal conduta para não deixar as pessoas no desleixo, já que a maioria aproveitaria para, talvez, agir com descaso. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, às vezes uso enxaguante. Mas bem às vezes mesmo, e mais pensando na garganta do que nos dentes. Dá um frescor gostoso...

      Excluir
    2. X-Neófito, sinto inveja do seu poder mutante
      seu deu bem na loteria genética
      em time que tá ganhando não se mexe
      ótimo relato

      abs!

      Excluir
    3. Meu irmão também, embora tenha sido mais descuidado durante anos de farras acadêmicas onde dificilmente escovava os dentes. Certamente, a genética ajuda. Não dá para analisar por nossos pais porque estes nasceram na miséria, se alimentaram mal e não sabiam o que era escova de dentes. Ao menos na maturidade conseguiram grana suficiente para colocar as bocas em ordem.

      Excluir